Vítimas do desejo ou o melodrama latino-americano sem suporte de Cristian Molina

Joaquín Correa, Brasil

Resumen

A partir das análises sobre o melodrama desenvolvidas por Jesús MartínBarbero e Carlos Monsiváis, se estuda a produção ficcional / poética recente do professor, crítico, poeta, narrador e performer argentino Cristian Molina, no seu conjunto de heterónimos: Un pequeño mundo enfermo, Machos de campo, Sus bellos ojos que tanto odiaré e Dos poemas sojeros. Apoiando-se no excesso do melodrama, Molina levará à poesia a um espaço que o seu restringido consumo histórico não permitia, aproximando ela ao popular sem, porém, perder nenhum tipo de rigor nem fazer concessão alguma, ficando no terreno, paradoxalmente, do minoritário. Se num primeiro momento, Molina apela ao melodrama para abrir a poesia em direção ao an-aurático, num segundo momento, partirá dessa poesia que performa sua perda de aura para inaugurar uma nova forma do melodrama: o melodrama sem suporte.

Palabras Clave

Melodrama,Criatian Molina, Desejo.